Histórico do Hospital - Belarmina Monte

Em 13 de fevereiro de 1966 chega a São Gonçalo do Amarante-RN a congregação “Filhas do Amor Divino” formada por Irmã Amália, Irmã Istanisláva e Irmã Corina com o objetivo de coordenar os serviços apostólicos e sociais que a população necessitava. Na mesma época foi reinstalada a paróquia da cidade com a nomeação do vigário Padre Agostinho Serrano em 27 de Março de 1966.

Precursoras em serviços de saúde no município as Irmãs buscavam condições para atender as pessoas necessitadas de atenção a saúde, pois até aquela data a cidade não tinha médicos, postos de saúde e nem energia elétrica. Além disso, apresentava um índice alarmante de morbidade e mortalidade infantil. Desfrutando de amizades e influências na capital potiguar, as Irmãs “Filhas do Amor Divino” puderam beneficiar a comunidade Sãogonçalense com serviços médicos que, em primeiro momento, eram realizados em uma sala improvisada e posteriormente em ambulatório apropriado, o qual recebeu o nome de Alzira Queiroz em homenagem a irmã de uma das freiras da congregação, chamada irmã Paulina Queiroz. Todavia, somente o ambulatório não era suficiente para toda demanda, sendo necessário avançar na assistência, então surgiu a vontade de construir um hospital onde fosse possível prestar melhor serviço de saúde à população.

O terreno que possibilitou a realização desse sonho foi adquirido e doado pelas irmãs Queiroz para que fosse construido o Hospital. Assim, foi iniciada a construção que teve parte de sua edificação iniciada pela Irmã Amália. Apoiada pelas Irmãs religiosas ela foi responsável por grandes avanços da saúde no município. Fatos ocorridos até 1974 ano que marcou o início da administração da Irmã Adelina dos Santos.

A construção do Hospital se deu por meio de mutirões e voluntariado. Ao longo dos anos o Hospital passou por modificações e reformas. Ele foi concluído e inaugurado oficialmente no dia 8 de dezembro de 1976 após dez anos da reinstalação da Paróquia na cidade e da chegada das Irmãs ao município. O empreendimento recebeu o nome de Hospital Maternidade Belarmina Monte instituição de caráter filantrópico.

Após vários anos de dedicação e compromisso com a sociedade Sãogonçalense, as Irmãs “Filhas do Amor Divino” em 01 de novembro de 2008, junto com a Arquidiocese de Natal firmam um Contrato de Comodato com a Sociedade Beneficente São Camilo, entidade filantrópica especializada em gestão hospitalar no Brasil a qual dirige o Hospital até os dias atuais.

Atualmente o Hospital é mantido exclusivamente pelos recursos repassados pela Secretaria Municipal de Saúde para custeio dos atendimentos realizados a pacientes internados  provenientes do SUS (Sistema Único de Saúde) do município de São Gonçalo do Amarante-RN cuja população é de aproximadamente 90.000 habitantes. Conta atualmente com 64 leitos e realiza internações nas especialidades: clínica médica, cirúrgica (geral, urológica e ginecológica), clínica pediátrica e obstétrica.

Nos ambulatórios e exames, é também disponibilizado atendimento a pacientes de planos de saúde e particulares.

Parceiros